Sindicatos

Sindicalistas protestam contra diplomados


Movimentos sindicais fazem ato durante diplomação

Servidores não aceitam a reforma administrativa do governo
Diplomação foi marcada por ato (Fotos: Portal Infonet)

Os Movimentos Sindicais aproveitaram a cerimônia dediplomação dos eleitos para realizar um ato na porta do Teatro Tobias Barreto. O objetivo era cobrar do governador Jackson Barreto (PMDB) e demais eleitos, melhorias para os servidores, além de denunciar areforma administrativa encaminhada pelo governador à Assembleia Legislativa que, na ótica dos manifestantes, retira benefícios de servidores.

Para o ato, os sindicalistas levaram faixas e fizeram a distribuição de panfletos. Presente no manifesto, o presidente do Sindicato do Fisco do Estado de Sergipe (Sindifisco), Paulo Pedroza, reforçou a tese de que não existe crise conforme anuncia o governo. “Hoje, a situação é de longe a que já passamos em anos anteriores. Em 2009, a situação econômica era muito pior e, mesmo assim, não houve cortes de benefícios aos servidores. Não vamos aceitar esse discurso falacioso de crise e de déficit previdenciário. Vamos resistir com todas as forças”, afirma.

 

Faixas de protesto na diplomação 

A previsão dos deputados é que os projetos dereforma administrativa de autoria do Poder Executivo possam ser apreciados na Assembleia Legislativa na próxima semana. Com isso, membros do Fórum dos Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais já deliberaram pela paralisação unitária e um manifesto na porta da Assembleia marcada para ocorrer nos dias 22 e 23.

Quem também se somou ao ato foram excedentes do concurso da Polícia Militar. Jorge Henrique Leal Santana explica que os concursados esperam pela convocação. “Viemos cobrar o que Jackson prometeu em campanha, que era convocar mais soldados. Ele estava dizendo que chamaria esse mês e muitos fizeram exames. Depois saiu uma nota dizendo que ele não mais ia chamar porque estava sem dinheiro. Esperamos que ele possa chamar os 600 soldados que estavam na reserva”, opina.


Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.