Cidade

Prefeitura anuncia obras reestruturantes no Centro da cidade


clique para ampliarFotos: Sergio Silva
clique para ampliar
clique para ampliar
clique para ampliar

Dando continuidade à recuperação da área central de Aracaju, a Prefeitura de Aracaju anunciou nesta sexta-feira, 19, diversas obras que darão nova cara e funcionalidade ao Centro da cidade. Entre as ações estão a recuperação dos calçadões das ruas Laranjeiras, São Cristóvão e João Pessoa, reforma da Praça General Valadão, revitalização do Mercado Central, entre outras ações.

Entusiasmado com as obras, o prefeito João Alves Filho falou sobre a autorização das licitações das obras que foram anunciadas. “Já autorizamos a licitação da obra da Praça General Valadão, da área da Praia Formosa, na 13 de Julho  e do camelódromo. São Obras que podem ser feitas no tempo normal. Já no Centro da cidade precisamos ter mais cuidado para não transtornar o local, que vive do comércio. Faremos as obras no Centro e nos Mercados de forma gradativa, para não prejudicar as vendas e causar o mínimo transtorno possível”, garante.

Centro

Abandonado há muitos anos, os calçadões do Centro serão recuperados pelas ações da Prefeitura. Após estudos e reuniões com representantes da classe de comerciantes e lojistas, ficaram definidas as primeiras obras, que começam já na segunda-feira, 22. Serão solucionados problemas de afundamentos causados pela rede de drenagem deteriorada, além da recuperação de bancos danificados e outros itens quebrados pela ação de vandalismo e falta de manutenção das antigas gestões.

A previsão é que a obra seja finalizada até dezembro, para não gerar qualquer tipo de problema durante o período de vendas natalinas. Segundo o secretário de Infraestrutura, Luiz Durval, todas as reformas que envolvem os calçadões foram combinadas com a Câmara de Diretores Lojistas (CDL). “As obras serão tocadas paulatinamente e não será necessário um imenso canteiro de obras, mas atacando cada ponto desses, em no máximo, duas intervenções por vez. A intenção é de que tudo fique pronto até o dia 1º de dezembro, mas não ocorrendo, as obras serão suspensas nessa data e retomadas no dia 2 de janeiro para a sua conclusão. Tudo isso foi acordado com a CDL”, explica Luiz Durval.

As obras também chegam à praça General Valadão, que será recuperada e vai se transformar em mais um ponto de convivência social. Na praça fica o antigo prédio da Alfândega, que será entregue em breve à população como o Centro Cultural. Paralelamente a isso, será construído o Camelódromo, dando espaço a 400 camelôs de forma organizada.

Segundo Alexandre Porto, Presidente da ACESE, as obras representam uma conquista para todos os trabalhadores do comércio no Centro. “Acho que todas essas medidas vêm trazer benefícios e a Prefeitura tem compreendido isso, e tem trabalhado no sentido de conseguir que essas obras sejam realizadas. O nosso compromisso com o prefeito é de que a gente tenha tudo em funcionamento em breve”, reforça.

Samuel Schuster, Presidente da CDL, elogia o compromisso do prefeito com os lojistas. “A revitalização do Centro da cidade é promessa de campanha de muitos políticos enquanto candidatos, só que nenhum nunca havia cumprido. Hoje damos graças a Deus por estarmos conseguindo tudo ao mesmo tempo”, afirma.

 

 

Trânsito

Ainda no Centro, haverá a criação do estacionamento rotativo, almejado pela população há anos, e a implantação da lei de carga e descarga. Segundo o superintendente da SMTT, Nelson Felipe, o estacionamento irá gerar significante melhoria no tráfego central. “As vagas são muito difíceis, principalmente porque as pessoas costumam chegar logo cedo e sair no final do dia. Com o rotativo isso vai mudar, porque o tempo máximo de permanência, por vaga será de duas horas. Então, obrigatoriamente passadas as duas horas a pessoa terá que fazer essa mudança de local de estacionamento”, reforça. Além do Centro, também receberão estacionamentos rotativos os bairros São José e Siqueira Campos.

Já a lei de carga e descarga irá regulamentar a forma como a prática é feita, solucionando congestionamentos e problemas. “Hoje não temos nenhuma regulamentação sobre horários, tamanhos de veículos ou caminhões que fazem esse serviço. Por vezes encontramos caminhões de grande porte fazendo esse trabalho a qualquer hora do dia, que acaba travando trânsito como um todo. Com essa nova lei será fixado horário e local para carga e descarga”, conta o superintendente.

Mercados

Outro importante ponto de comércio e turismo da cidade, os Mercados Centrais serão totalmente recuperados. Dentro de alguns dias a Prefeitura vai dar início às obras nos mercados Thales Ferraz, Albano Franco e Antônio Franco, com serviços de pintura, reposição de fios e lâmpadas, recuperação de bancos, entre outras ações.

“Nós nos reunimos com as lideranças do comércio de Aracaju e vistamos os três mercados. Serão feitas muitas intervenções, onde estaremos colocando avisos na próxima semana e dentro de 45 dias daremos a ordem de serviço. A obra não irá alterar o funcionamento dos mercados e iremos manter os permissionários nos seus devidos lugares”, afirma o presidente da Emsurb, Edson Leal.

Praia Formosa

Durante a solenidade, o prefeito também anunciou a construção do calçadão da Praia Formosa, na 13 de Julho. O local contará com espaço gourmet, píer, ciclovia ampla, equipamentos para a prática de exercícios e redário, dando aos aracajuanos um lugar aprazível e tranquilo.

Presenças

Participaram da solenidade Carlos Batalha, secretário de Comunicação, Márcia Valéria, Secretária de Educação, Igor Albuquerque, Secretário de Planejamento e Orçamento, Juvêncio Oliveira, secretário de Articulação Política, Luiz Durval, Secretário de Infraestrutura, Nelson Felipe, Superintende da SMTT, Gláucia Guerra, Presidente da Fundat, e os vereadores, Ivaldo José, Roberto Moraes, Vinícius Porto e Manoel Marcos.


Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.