Cadê você?

PLANTANDO A HIPOCRISIA, ONDE OS FRUTOS DA IRRESPONSABILIDADE SÃO JOVENS CADA VEZ MAIS MENOS ALFABETIZADOS, COMO QUEREM OS POLÍTICOS


Políticos se deliciam à sombra da incapacidade gerencial e o povo fica mais dependente, enquanto não houver uma educação de qualidade.

PLANTANDO A HIPOCRISIA

Boa parte das escolas estaduais cai aos pedaços, sem a mínima estrutura para professores, funcionários e alunos. Mas num Governo hipócrita os programas engana povo prosperam. Vimos o professor e doutor Jorge Carvalho Nascimento, secretário de Estado da Educação, plantando árvore no pátio da Escola Estadual Alceu do Amoroso Lima, no bairro Santa Tereza, zona sul de Aracaju. É de alto valor o Projeto Plante Uma Árvore, porque ensina aos jovens a importância de uma cidade arborizada, com respeito à natureza. Mas no contrassenso Jorge vai a um colégio que há três anos está com o ar-condicionado quebrado, a quadra esportiva não pode ser usada, porque oferece risco de morte para estudantes e professores e o laboratório de informática não pode ser utilizado, porque computadores estão quebrados e existem outros problema. Tudo já foi relato ao governador Jackson Barreto de Lima, PMDB, e a doutor Jorge Carvalho, mas eles não estão nem ai para os problemas dos estudantes.

DISCURSO

Durante a ação, Jorge Carvalho deixou falação em entrevistas, exaltando a iniciativa do Projeto Plante Uma Árvore e em momento algum anunciou a boa nova, de que o ar-condicionado, laboratório e quadra serão consertados. O povo paga por péssimas condições que são dadas para o ensino. Não há o mínimo de respeito com a população e para alguns políticos um povo com ensino de qualidade é perigoso, porque pode cobrar seus direitos e tomar rumos diferentes, saindo do cabresto. Assim, caminha o Brasil e Sergipe não pode ser diferente. Uma péssima lição. Os administradores dormem à sombra da incompetência, onde frutifica irresponsabilidade e temos safras de arrogância e prepotência.

3

LIBRAS

A Secretaria de Estado da Educação (Seed), através do Serviço de Educação em Direitos Humanos (SEDH), está abrindo neste mês de agosto mais dois cursos básicos de Língua Brasileira de Sinais (Libras), módulos I e II. Ambos serão realizados na Escola Estadual 11 de Agosto e cada módulo terá duas turmas, uma pela manhã e outra pela tarde. Cada turma terá apenas 30 vagas.

 

4

INSCRIÇÕES

As inscrições devem ser feitas na sala do Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e Atendimento às Pessoas com Surdez (CAS), na sede da Secretaria de Estado da Educação, situado no Complexo Administrativo e Pedagógico, em Aracaju. Para quem quiser se inscrever no módulo I na turma da manhã, as inscrições deverão ser feitas na próxima segunda-feira, 7, no período das 7h30 às 13h, e as aulas serão no período de 15 de agosto a 26 de outubro, das 9h às 12h, nas terças e quintas-feiras.

5

TURMA DA TARDE

Já os interessados na turma da tarde do módulo I, deverão se inscrever no dia 9 de agosto, das 12h às 17h30. As aulas também serão realizadas no período de 15 de agosto a 26 de outubro, das 14h às 17h, nas terças e quintas-feiras. Para o módulo II, turma da manhã, as inscrições deverão ser feitas no dia 7 de agosto, das 7h30 às 13h, e as aulas serão no período de 14 de agosto a 2 de outubro, das 8h às 12h, nas segundas e quartas-feiras. E os que quiserem estudar na turma da tarde do módulo II deverão se inscrever no dia 9 de agosto, das 12h às 17h30. As aulas serão realizadas no período de 14 de agosto a 25 de outubro, das 14h às 17h, nas segundas e quartas-feiras.

6

SERRA DO MACHADO

O deputado estadual Georgeo Passos (PTC) solicita mais uma vez ao Governo do Estado, através do DER, o reparo da rodovia que liga o Povoado Serra do Machado, em Ribeirópolis, à Cidade de Nossa Senhora das Dores, bem como da que liga Ribeirópolis a Itabaiana passando por Moita Bonita. O parlamentar exibiu em plenário um vídeo enviado por um cidadão demonstrando a precária situação da estrada, que sofre com o desgaste do asfalto e com vários buracos. “Recebi esse vídeo nesta terça-feira e fiz questão de mostrar o quanto está ruim transitar por ali”, comentou Georgeo.

7

RISCO

“A população, que precisa passar por aquela rodovia, tem sofrido muito. A noite fica ainda mais difícil, principalmente pelo risco da falta de segurança, o que torna a estrada ainda mais perigosa. Que o Governo entenda isso e possa recuperar essa rodovia, que é tão importante para aquela região”, pediu. Georgeo lembrou que já apresentou na Alese uma indicação sobre este tema. O parlamentar afirmou que com o final do período de chuvas é possível fazer os reparos necessários.

8

PONTO DE ÔNIBUS

Um passado recente com vários casos de violência tem sido a principal preocupação dos moradores do conjunto Fernando Collor, no município de Nossa Senhora do Socorro. A indignação com a falta de segurança na comunidade foi motivo de protesto no fim de semana. Mas na região, os problemas vão além da violência. No final de linha, onde repousam os ônibus do transporte público que passam pelo local, um abrigo para passageiros está aos pedaços e corre o risco de provocar um acidente a qualquer momento.

9

LICITAÇÃO

A Secretaria de Comunicação de Nossa Senhora do Socorro informou que a superintendência de trânsito do município já está em processo de contratação da empresa para realizar a reforma do abrigo. A previsão da pasta é de começar os serviços em 30 dias.

10

CARDOZO

O jurista José Eduardo Cardozo, professor da PUC-SP, ex-deputado federal, ex-ministro da Justiça e ex-advogado Geral da União, fará uma palestra no Tribunal de Contas de Sergipe no dia 25 deste mês, às 9 horas. Ele é o próximo convidado do ciclo de debates “Por um Brasil ético: o dinheiro público é da sua conta”. O tema da palestra é “A crise do estado de direito e o conflito entre poderes”. Outro nome de peso também já está confirmado no evento. O economista sergipano Otaviano Canuto, diretor executivo do Banco Mundial para o Brasil e outros países da América Latina, além de Filipinas, estará no TCE/SE no dia 1º de dezembro, proferindo a palestra “O impacto da corrupção na economia brasileira”.

11

IPESAÚDE

O Instituto de Promoção e de Assistência à Saúde do Estado de Sergipe (Ipesaude) já regularizou mais de 50% dos cadastros dos beneficiários que foram prejudicados com o cancelamento dos cerca de 600 cadastros de servidores públicos aposentados vinculados àquela instituição. De acordo com informações da assessoria de imprensa do Ipesaude, até o momento já foram solucionados os problemas enfrentados por 343 beneficiários, entre os 600 que foram surpreendidos com a suspensão da prestação dos serviços.

12

IRREGULARIDADES

Os beneficiários prejudicados, segundo a assessoria de imprensa, ainda podem procurar a instituição para regularizar a situação. O cancelamento dos planos foi decorrente de irregularidades encontradas nos cadastros. Conforme a assessoria, em 2015, o Ipesaude fez um recadastramento dos beneficiários e constatou irregularidades em 35 mil cadastros.

TAXA DA DESO

Nenhum condomínio de Aracaju pagará valor a mais na taxa de rateio dos serviços comuns, de acordo com a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso). Na última terça-feira, 1º de agosto, a empresa identificou a falha e informou que as contas serão refaturadas. Entretanto, o Ministério Público do Estado instaurou um procedimento administrativo e irá notificar a Deso a informar exatamente quais providências serão adotadas.

VALORES HABITUAIS

Os valores mais altos foram percebidos pelos moradores nas contas de julho. Segundo a assessoria de comunicação da Deso, neste mês de agosto as taxas virão com os valores habituais. Já os valores cobrados a mais na conta de julho serão deduzidos nas de setembro.

ESCOLAR

A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) em parceria com a Associação dos Transportes Escolares do Estado de Sergipe (Astransp) estão realizando campanha para alertar os pais para que contratem o serviço do transporte escolar somente que esteja regular. Atualmente há 220 veículos cadastrados em Aracaju, que passam por vistoria a cada seis meses. A SMTT lembra que a vistoria é o método de aferição para os itens de segurança para transporte dos estudantes.

 

Por Cláudio “Botafogo” Messias