Vale o que está escrito

PARA O PT, TÍTICA TEM MAIS VALOR DO QUE A JUSTIÇA


Luís Inácio Lula da Silva está preso, condenado há mais de anos de cadeia por corrupção, lavagem de dinheiro e por vai e vai. Ele foi proibido de disputar à Presidência da República e continua na cadeia. O registro da sua candidatura foi indeferido, mas, neste país, a Justiça está tão desmoralizada, que só funciona para pretos, pobres e putas, como diz um amigo. Diante disso, o PT não respeita STF, TSE e qualquer coisa parecida e a candidatura Lula à Presidência é mantido no horário gratuito de televisão.

Fiquei surpreso ao ver e ouvir um candidato pedindo voto para ele, porque é ético e honesto e nos caracteres aparece Lula Presidente 13.

Comentei com alguém sobre o fato e esta pessoa disse: Para o PT, títica de porco tem mais valor do que a Justiça, pois da titica pode brotar coisa boa, que alimenta o povo e da Justiça, vai depender o que sai da cabeça do juiz e como dizia meu avô pode ser qualquer coisa, porque cabeça de juiz é igual amendoim e bumbum de criança com dor de barriga.

Tenho que dar razão ao meu amigo e vou continuar assistindo aos programas eleitorais e vendo Lula Presidente 13 e ouvindo nas ruas as pessoas garantindo que o poderoso chefão do crime organizado é candidato, porque viu seu nome na TV.

Quando é que a Justiça neste País se fará respeitar de verdade, sobretudo, com a grana que pagamos para sustentar as mordomias dos deuses do paraíso?

Claro que a Justiça tem força, quando o sujeito é “fraco”, não tem uma conta bancária com milhões roubados do povo, para pagar bons advogados.

A Corrupção Mata, tira o dinheiro da Educação, Saúde, Segurana, enfim do povo. Avança Brasil, enquanto o povo cai no abismo.

1

CASA

Ainda na noite de ontem, em sua maratona de adversidades, o ex-prefeito de Capela, Manoel Messias Sukita Santos (Sukita), foi transferido de casa e já dormiu em alojamento diferente. Ele foi levado para o presídio da Terra Dura, em Aracaju, e de lá transferido para o de Nossa Senhora da Glória. Tudo isso sem meter a mão no bolso, porque são os brasileiros que pagam todos os custos dos presos.

2

TORTURADO

Sukita reclamou que ser colocado no Presídio Antônio Jacinto Filho, na Terra Dura, era uma tortura. O juiz mandou me prender e não me torturar, comentou com jornalista, lembrando que da última vez que esteve na cadeia da Terra Dura, em Aracaju, ficou com fome e sede e isso é tortura.

3

EXPROPRIAÇÃO

A candidata a Presidência da República, Vera Lúcia (PSTU), vem propondo mudanças rígidas na economia brasileira. Entre elas o não pagamento da dívida pública, expropriação de grandes empresas, fim do agronegócio, revogação de reformas e redução das jornadas de trabalho sem redução de salários. A presidenciável está em Aracaju em atividade de campanha e conversou com a imprensa.

4

CARREATA

Após receber denúncias de desrespeito à legislação de trânsito durante carreatas eleitorais, o Ministério Público Eleitoral recomendou aos órgãos responsáveis que intensifiquem a fiscalização e as medidas preventivas durante esses eventos em Sergipe. De acordo com o documento, as infrações se multiplicam durante as carreatas e aumentam o risco de acidentes. Os candidatos, coligações e partidos também foram alvo da recomendação.

5

INFRAÇÃO

Segundo a procuradora Regional Eleitoral, Eunice Dantas, o MP Eleitoral recebeu denúncia sobre diversas infrações de trânsito durante a campanha eleitoral, como uso indevido de carrocerias de caminhonetes, veículos superlotados, pessoas penduradas em portas de carros e condutores de motocicletas sem capacete. A intenção da recomendação é alertar tanto os órgãos fiscalizadores quanto os organizadores das carreatas da responsabilidade sobre esses eventos.

6

RECOMENDAÇÃO

A recomendação foi enviada à Polícia Militar (PM), à Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e à Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) de Aracaju, para que intensifiquem as fiscalizações e adotem todas as medidas preventivas e repressivas relacionadas às regras de trânsito, especialmente no que se refere às infrações praticadas em carreatas eleitorais e ao “envelopamento” e adesivagem de veículos.

7

COLIGAÇÕES

Já aos candidatos, coligações e partidos políticos a recomendação é para que, nos atos de campanha realizados em vias e estradas, sigam os procedimentos relacionados à sinalização e organização dos eventos, comunicando aos órgãos de trânsito e fornecendo informações sobre trajeto, data, local e horário.O documento deixa claro ainda que a recomendação não esgota a atuação do Ministério Público Federal sobre o tema e que o não acatamento pode motivar a adoção das medidas administrativas e judiciais.

8

FALSO TESTEMUNHO

O vereador Amintas de Oliveira, o cabo Amintas (PTB), membro da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada para investigar os contratos firmados pela Prefeitura de Aracaju com os hospitais filantrópicos, ameaçou abrir processo por falso testemunho contra um dos ex-gestores [André Sotero, ex-secretário de saúde do município de Aracaju, ou Gilberto Santos, ex-diretor do Hospital de Cirurgia] quanto a supostos créditos e supostas dívidas relacionados ao contrato firmado entre  a Prefeitura de Aracaju e o Hospital de Cirurgia para prestação de atendimento a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

9

AMEAÇA

A ameaça foi feita durante a 11ª reunião ordinária da CPI da Saúde realizada nesta segunda-feira, 17 na Câmara de Vereadores que serviu como uma espécie de acareação entre os ex e atuais gestores de ambas as instituições. Na acareação, o ex-secretário André Sotero e o ex-diretor do Hospital de Cirurgia, Gilberto Santos, divergiram ao prestar informações sobre os repasses feitos pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) à Fundação Beneficente que administra o Hospital de Cirurgia.

10

ANTECIPAÇÃO

O ex-secretário André Sotero e a atual secretária Waneska Barboza voltaram a afirmar que a Prefeitura de Aracaju antecipou créditos ao Hospital de Cirurgia e fez encontro de contas para negativar estes créditos antes de encerrar o contrato, que foi repassado para a gestão do Governo do Estado no início deste ano.

11

SEM ANTECIPAÇÃO

Ao contrário deste entendimento, o ex-diretor do Hospital de Cirurgia, Gilberto dos Santos, disse que nunca ocorreu antecipação de créditos, que a prefeitura repassava os recursos com atraso e até sugeriu a abertura de inquérito policial na Polícia Federal “para ver quem estava falando à verdade” e insinuou que as afirmativas do ex-secretário e da atual secretária estariam soando como “ignorância” ou por “má fé”. Preferindo acreditar, conforme destacou, que não seria má fé, mas por mera ignorância de ambos.

12

MAL

Mais uma vez o Senador Valadares usou do seu Twitter para voltar a atacar o que ele chama de “Marketing do mal”. 3ª temporada de ataques arquitetados pelo marketing do mal é iniciada nas redes sociais, em campanha suja e covarde para desconstruir a imagem do candidato ficha limpa Valadares_Filho PESQUISA

EMPATE

O Instituto França de Pesquisa (IFP) divulgou mais uma pesquisa para Governo do Estado, onde aponta empate técnico  entre os três primeiros colocados.

Registro: : SE-06213/2018

Valadares Filho 20%

Eduardo Amorim 16%

Belivaldo 16%

Dr Emerson 4%

Mendonça Prado 3%

Márcio Souza 2%

João Tarantela 2%

Milton Andrade 2%

Gilvani Santos 1%

NH 21%

NS/Indeciso 13%

PARA O SENADO

Valadares 22%

Jackson Barreto 15%

André Moura 13%

Pastor Heleno 13%

Rogério Carvalho Santos 12%

Delegado Alessandro Vieira 9%

Henri Clay 4%

Professora Sônia Meire 4%

Reynaldo Nunes 3%

Betinho 2%

Adelson Alves 1%

Professor Josimário Mick 1%

Cadu Silva 0%

Clarckson Messias 0%

NH/BR/Nulo 23%

NS/Indeciso 27%

PRESIDÊNCIA DA RÉPUBLICA

Já para presidência da Jair Bolsonaro dispara com 26% nas intenções de votos em pesquisa divulgada pelo Datafolha. A pesquisa também apontou um empate técnico entre Ciro Gomes e o candidato Poste do PT, Fernando Haddad. A pesquisa mostrou que os eleitores perderam a confiança em Marina Silva, que caiu para 8% nas intenções de votos.

CURIOSIDADE

Em 2002, 2006, 2010 e 2014, as eleições presidenciais no Brasil foram decididas em dois turnos. E quem venceu o primeiro levou o segundo.