Política

Objetos de metais na mala de candidato faz PF pensar que era dinheiro para comprar votos


Bosco Costa é abordado por policiais federais em SP

Abordagem aconteceu após denúncia de transportar dinheiro
Bosco Costa (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O candidato a deputado federal por Sergipe e ex-diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Bosco Costa (PROS), foi abordado nesta quarta-feira, 24 por agentes da Polícia Federal de São Paulo. Isso após denúncias de que o candidato estaria transportando grande quantia de dinheiro em uma mala [no Aeroporto Governador André Franco Montoro [Guarulhos], o que poderia se caracterizar como crime eleitoral.

Na assessoria de Comunicação Social da Polícia Federal em Sergipe, a informação é de que somente a assessoria de Comunicação de São Paulo é quem poderá dar mais detalhes da abordagem. O Portal Infonet entrou em contato com a PF em São Paulo, que solicitou o envio de e-mail, mas até a conclusão da matéria, não respondeu.

Bosco Costa teve o registro da candidatura deferido por unanimidade, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/SE), no último dia 28 de agosto de 2014. Ele foi julgado por contas desaprovadas em processo do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE).

Por telefone, Vander Costa, que é coordenador de campanha de Bosco Costa, informou que o fato não passou de uma mera abordagem de rotina, na qual ao passar pelo detector de metais, alguns objetos da mala de Bosco Costa teriam acionado o alarme do equipamento. Tranquilamente, após solicitação de um agente da Polícia Federal, Bosco Costa, retirou os objetos e logo em seguida, foi liberado para seguir normalmente sua viagem. Vander Costa disse ainda, que no momento da abordagem, alguém teria se aproveitado da situação para registrar uma imagem e publicá-la nas redes sociais no intuito de prejudicar a campanha do candidato.


Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.