Variedades

Morre o ex-deputado federal e ex-prefeito de Aracaju, José Carlos Teixeira


José Carlos Mesquita Teixeira faleceu aos 82 anos (Foto: Arquivo Infonet)

O político e estudioso José Carlos Mesquita Teixeira, 82 anos, morreu nesta terça-feira, 29. Ele vinha enfrentando um grave problema de saúde e se encontrava assistido em casa num home care. Nos últimos dias ele piorou necessitando de balão de oxigênio.

José Carlos Teixeira deixa esposa, cinco filhas e netos. O velório será hoje a partir das 18h no Palácio Museu Olimpio Campos, na Paça Fausto Cardoso. Saindo o caixão amanhã (30) às 10h para a Colina da Saudade onde será sepultado às 11h.

Sobre José Carlos Teixeira

Cinco anos após sua formatura, José Carlos enveredou pela política e em 1962 foi eleito deputado federal pelo PSD sendo um dos poucos membros da legenda a fazer oposição ao Regime Militar de 1964 ingressando no MDB, partido do qual foi um dos fundadores e primeiro presidente da legenda em Sergipe (1966-1975). Reeleito em 1966, não logrou êxito na disputa por um novo mandato em 1970, mas atuou como membro do Conselho Nacional de Telecomunicações (CONTEL).

Reeleito deputado federal em 1974, foi vice-presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas, vice-presidente (1974-1976) e diretor da Federação das Indústrias do Distrito Federal (1979-1982) e presidente do Instituto de Previdência dos Congressistas (IPC) entre 1977 e 1978. Em 1978 foi candidato a senador sendo derrotado por Passos Porto, da ARENA.

Com o retorno do pluripartidarismo foi um dos fundadores e primeiro presidente do PMDB em seu estado e conquistou seu quarto mandato de depurado federal em 1982. Encerrado o ciclo de governos militares, foi nomeado prefeito de Aracaju pelo governador João Alves Filho exercendo o mandato entre 30 de maio de 1985 e 1º de janeiro de 1986 quando transmitiu o cargo ao seu correligionário Jackson Barreto, o primeiro prefeito da cidade eleito pelo voto popular após vinte anos.

Nas eleições de 15 de novembro de 1986 foi o único dos vinte e três candidatos a governador do PMDB a não vencer as eleições visto que os sergipanos elegeram o pefelista Antônio Carlos Valadares. Findo o seu mandato parlamentar foi nomeado Diretor de Captação da Caixa Econômica Federal (1987-1989) pelo presidente José Sarney. Em 1990 foi eleito vice-governador de Sergipe na chapa que reconduziu João Alves Filho ao governo.

Ele também foi secretário de Cultura em 2003 no governo de João Alves Filho  e um dos fundadores da Sociedade de Cultura Artística de Sergipe (SCAS). https://scascultura.wordpress.com/fudacao/