Receba as novidades em seu e-mail!

Saúde

Médico adverte sobre importância da vacinação, porque gripe pode até matar


Vanderbal destaca a importância da vacinação contra o vírus influenza

O deputado estadual Vanderbal Marinho (PTC) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, na tarde dessa segunda-feira (17), para destacar a importância da vacinação contra o vírus influenza, iniciada hoje em todo o País. A vacina está disponível nos postos de Saúde para o público-alvo, que em 2017 passa a cobrir os professores das redes, pública e privada.

Além do magistério, devem ser vacinados também idosos com mais de 60 anos, crianças pequenas (entre 6 meses e menos de 5 anos), gestantes, mulheres que acabaram de dar à luz (até 45 dias após o parto) e trabalhadores da saúde.

Vanderbal Marinho destacou que a campanha de vacinação contra a gripe vai até o dia 26 de maio, ressaltando que no próximo dia 13 haverá uma grande mobilização nacional, em um sábado, para facilitar o acesso das pessoas que trabalham durante a semana e que possam se dirigir aos postos de Saúde para vacinarem os idosos e as crianças, “A cobertura é muito boa. A pessoa que é vacinada já não se preocupa mais com a gripe”, disse, lembrando dos incidentes registrados em São Paulo, no ano passado. “O surto da gripe chegou antes da vacinação e provocou uma incidência grande, com muitas complicações e internamentos, chegando a óbitos”.

O deputado lembrou que diante do surto houve uma correria muito grande até os postos de Saúde em busca da vacina contra a gripe. “A gente sempre preconiza que a vacinação deve ocorrer um pouco antes do inverno, que e a época em que a gripe incide com mais frequência. É importante ter uma atenção especial com os grupos vulneráveis. Idosos, crianças, gestantes, pessoas com doenças crônicas e doenças respiratórias ou cardíacas, devem procurar a vacinação o mais rápido possível”, pontuou.

O deputado aproveitou a oportunidade para esclarecer um mito para a sociedade sergipana. “As pessoas precisam entender que esta vacina protege contra o vírus influenza. Ela não é própria contra resfriados, mas contra a gripe de maior gravidade. As pessoas costumam dizer que tomaram a vacina e ficaram doentes. Não é verdade. Isso não é possível porque a vacina é produzida a partir de fragmentos do vírus. Ela não produz a gripe. Agora, se você está vacinado, você não fica imune do resfriado comum”, disse o deputado, que já procurou um posto de Saúde e já tomou sua vacina.

Em seguida, Vanderbal fez uma exposição sobre as mudanças na vacina deste ano em relação aos anos anteriores e detalhou alguns sintomas da gripe. “A pessoa não perde um trabalho por causa de um resfriado, mas ele perde por causa da gripe, que vem acompanhada de febre, calafrios, dores musculares e articulares. Esse ano a novidade é que a vacina vem mais específica sobre os vírus que mais acometeram as pessoas no ano anterior. Esses vírus sofrem muitas mutações”.

Apartes

O deputado Luciano Pimentel (PSB) destacou a iniciativa de Vanderbal Marinho. “Quero parabenizar o deputado por trazer um tema de Saúde Pública tão importante por ser uma infecção que é muito comum entre as pessoas, que não costumam ligar para a dimensão quando o assunto é uma gripe e do que ela pode causar de danos à saúde. Como também o desconforto que é o surto com várias pessoas acometidas ao mesmo tempo. O despertar para a vacinação é um tema importante e de muita responsabilidade, em especial vindo de um médico competente”.

A deputada Maria Mendonça (PP) também parabenizou Vanderbal Marinho dizendo que “outro dia uma senhora tomou a vacina e disse que depois ficou gripada. O deputado explicou para todos que isso não tem relação. É preciso acabar com essa cultura de que a pessoa não deve tomar a vacina para não adoecer. Quando não tinha acesso, eu tomava num particular, mas sempre entendi a importância da gente cuidar da saúde. Se os governantes investissem mais em Saúde, os hospitais (públicos e privados) não estariam tão cheios”, disse, cobrando uma ampla campanha de conscientização.

Por fim, o deputado Antônio dos Santos (PSC) não apenas parabenizou o colega, como também propôs que a TV Alese ajude com uma campanha de conscientização. “É preciso direcionar isso na TV Alese e nos outros meios de comunicação. Vamos divulgar isso maciçamente. As pessoas só ligam para a gripe quando percebem que há um risco de pneumonia. O governo está pagando caro e disponibilizando essa vacina de graça para a população. A pessoa do público-alvo não toma se não quiser. Temos que aconselhar”, disse, destacando a iniciativa do médico pneumologista e deputado Vanderbal Marinho.