Geral

GUERRA DE CALOTEIROS


Sergipe foi surpreendido com o corte do fornecimento de energia elétrica para diversos órgãos públicos estaduais, por falta de pagamento. Isto mostra que o Governo Jackson Barreto não caloteava apenas os servidores, com o atraso no pagamento dos salários, mas também fornecedores.

Na outra ponta, o agora Governo Belivaldo Chagas, PSD, diz que a Energisa deve uma grana legal ao Estado, por falta de pagamento do ICMS.

Belivaldo Chagas tenta um encontro de contas, para que a situação seja regularizada.

Este episódio demonstra irresponsabilidade dupla do Governo do Estado, uma vez que não cobra o que a empresa lhe deve e nem paga o que deve a Energisa. Nesta guerra de caloteiros que paga o pato é a população que tem serviços interrompidos. Aliás, o tempo fechou, porque nem a previsão sobre o clima pôde ser feita, por falta de energia. O Brasil precisa mesmo de um choque de gestão, para que os administradores sejam responsáveis com o trato da coisa pública.

Governo do Estado afirmou que deve a concessionária Energisa cerca de R$ 2 milhões, mas que a empresa deve ao Governo, em ICMS, R$ 160 mi em ICMS. O Governo afirmou, por meio de nota, que pretende realizar o encontro de contas e, caso a Energisa não religue a energia nos órgãos desabastecidos, vai acionar a Justiça.

2

ABONO

Os pagamentos do Abono Salarial ano-base 2017 começam em 26 de julho. O calendário foi definido nesta terça-feira, 26, durante a reunião do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), na sede do Ministério do Trabalho, em Brasília. A estimativa é que sejam destinados R$ 18,1 bilhões a 23,5 milhões de trabalhadores a partir do próximo mês.

3

JULHO

Quem nasceu de julho a dezembro, recebe o benefício ainda este ano. Já os nascidos entre janeiro e junho, terão o recurso disponível para saque em 2019. Em qualquer situação, o dinheiro ficará à disposição do trabalhador até 28 de junho de 2019, prazo final para o recebimento.

 

4

INVASORES

Na luta por um plano de moradia, que envolve diretamente a reivindicação por um terreno, as famílias da Ocupação Marielle e Anderson, alocadas provisoriamente em um galpão na rua Acre, em Aracaju, voltaram a fazer cobranças a Prefeitura de Aracaju. Os moradores acreditam que há ‘morosidade’ em relação ao grupo da PMA que vem tratando as negociações com o Movimento de Trabalhadores Sem Teto e pedem providências.

5

ATENDIMENTO

A Prefeitura de Aracaju informou que tem atendido todos os pedidos das famílias que possam melhorar o período de moradia no galpão, e que vem negociando com o Movimento a principal demanda, mas ainda não tem uma solução. Uma nova reunião está prevista para a semana que vem.

6

PAGAMENTO

Nesta quarta-feira, 27, o governador Belivaldo Chagas anunciou parte do calendário de pagamento dos servidores estaduais. 70% do funcionalismo público receberá dentro do mês trabalhado, ou seja, até dia 30 de junho. O anúncio ocorreu durante transmissão do programa Papo Reto, exibido ao vivo no facebook do governo, todas as quartas, a partir da 12h.

7

RECEBEM

“Todos os servidores do Estado, ativos e inativos (pensionistas e aposentados), que recebem até R$ 3 mil estarão recebendo o salário no dia 30 de junho. São cerca de 44 mil servidores de um total de mais de 60 mil servidores.  Ou seja, 70% do funcionalismo receberá seu salário dentro do mês trabalhado”, declarou o governador na abertura do programa.

8

GRANA ALTA

Servidores, aposentados e pensionistas cujos vencimentos são superiores a R$ 3 mil,  receberão até o dia 12 de julho. O chefe do Executivo informou, ainda, que trabalha para anunciar o calendário de pagamento até o fim do ano no próximo mês.

9

RECUPERAÇÃO

O deputado estadual Garibalde Mendonça (MDB), através das indicações de Nº 180/2018 e N°181/2018 , encaminhadas à mesa diretora da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), solicita a recuperação asfáltica da rodovia BR 235, que liga os municípios de Riachuelo à Laranjeiras, e do Colégio Estadual Alfredo Mones, localizado em Nossa Senhora do Socorro.

10

JUSTIFICATIVA

O parlamentar usou como justificativa do envio de solicitação à secretaria de estado da Infraestrutura, as péssimas condições de tráfego de caminhões na rodovia BR-235, que serve para o deslocamento de feirantes para os municípios de Areia Branca e Itabaiana. “A rodovia é de vital importância para o escoamento da produção de cana de açúcar”, justificou

11

ESCOLA

A indicação enviada para a secretaria de estado da Educação, pede também a recuperação do Colégio Estadual Alfredo Mones, no município de Nossa Senhora do Socorro. Garibalde Mendonça justifica a reforma para o bom aparelhamento da escola, na formação de cidadãos civilizados e conscientes.

12

SEGUNDO LAR

Para Garibalde Mendonça, a educação é de fundamental importância para o país. “A escola é considerada um segundo lar para nossas crianças, e portanto deve estar bem aparelhada. A educação é fator de desenvolvimento para o país que deseja a melhoria da qualidade de vida dos seus estudantes”, disse.

13

AREIA BRANCA

A recuperação do asfalto, do acostamento e da sinalização na rodovia SE-430, que liga os municípios de Areia Branca e Laranjeiras, foi solicitada ao governador Belivaldo Chagas por meio da indicação nº 183/2018, de autoria do deputado Luciano Pimentel (PSB).

14

SINALIZAÇÃO

De acordo com o parlamentar, a realização de um projeto através da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), para viabilizar o asfaltamento, a implantação da sinalização e o recuo do acostamento na via é de suma importância para a efetividade do transporte viário do Estado. “Nesse sentido, estudos apontam que a manutenção de estradas e rodovias não só melhora a qualidade do trânsito de veículo, como também é menos custoso para os cofres do Estado”, ressalta.

15

SEGURANÇA

O parlamentar lembrou que um dos fatores responsáveis pelo bem-estar à segurança populacional de determinada localidade, está parcialmente atrelado à qualidade da rodovia que liga o município de Areia Branca ao município de Laranjeiras. “Uma estrutura viária adequada permite uma locomoção mais ágil em favor dos usuários. A estruturação de toda a rodovia irá traduzir em uma estrada de boa qualidade e segurança em favor da população, além de assegurar a todos um meio ambiente ecologicamente equilibrado e uma via de locomoção mais segura”, entende.

Por Claudio Messias

sua foto do perfil, A imagem pode conter: Amaral Cavalcante