Geral

Governo não paga segunda parcela do auxílio das marisqueiras


Benefício foi solicitado no mês de março
Marisqueiras e pescadores de São Cristóvão mais uma vez estão reclamando da falta de pagamento da segunda parcela do seguro-defeso. O benefício, pago pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), foi solicitado no mês de março.

“Até agora ninguém conseguiu sacar”, alertou a marisqueira Maurina Oliveira. De acordo com ela, a justificativa do INSS é a falta de funcionários para digitação dos dados dos beneficiários. “Falaram que contrataram 15 funcionários para adiantar o serviço, mas não sei se procede”, informou.

Os pescadores pretendem fazer uma manifestação no sede do órgão em Aracaju, na próxima semana, caso o benefício não seja liberado.

Portal Infonet tentou contato com o INSS, mas não obtive êxito. Permanecemos à disposição através do 2106-8000 e do e-mail jornalismo@infonet.com.br.

O seguro-defeso, no valor de R$ 954, é pago a pescadores profissionais durante o período em que a pesca é proibida para a preservação da espécie.