Turismo

Comunidade quer GM fixa, para combater criminalidade, que afugenta turistas e preocupa moradores


Insegurança na Orlinha do bairro Industrial preocupa
Moradores e turistas cobram retorno da Guarda Municipal
Posto da Guarda Municipal continua desativado na Orlinha (Fotos: Portal Infonet)

A falta de segurança na Orlinha do Bairro Industrial continua gerando várias reclamações entre moradores e visitantes do local. As pessoas afirmam que nem precisa anoitecer para serem abordadas e obrigadas a entregar os pertences. E lamentam que o posto da Guarda Municipal esteja desativado há mais de um ano.

“Estamos sem segurança aqui na Orlinha e o pior é que o posto da Guarda Municipal está há muito tempo fechado, precisamente há mais de um ano. Enquanto isso, os marginais fazem a festa por aqui. A cavalaria passa de vez em quando, mas não contamos mais com os guardas”, lamenta o morador Elder Santana.

O visitante Juliano Mendonça contou que esteve no domingo, 10 no local e foi assaltado. “Estive no píer e cai devido o piso estar em péssimas condições e para completar, fui assaltado. Não entendo porque a Prefeitura não coloca guardas na Orlinha do Bairro Industrial”, completa.

Elder Santana: “Posto está desativado há mais de um ano e insegurança só cresce”

A moradora Vanda da Silva também foi assaltada. “Aqui é roubo todo dia. Eu fui assaltada duas vezes em menos de 15 dias. Estava passando quando o ladrão se aproximou, puxou uma faca e foi logo dizendo: passe a bolsa, passe a bolsa, levando minha bolsa com celular, dinheiro e documentos. Está faltando policiamento para dar segurança aos moradores e turistas”, entende.

Guarda

O comandante da Guarda Municipal de Aracaju, coronel Enilson Aragão, informou que “ali agora quem faz o policiamento ostensivo é a PM, os guardas municipais passam esporadicamente com veículos”.

 

 

Vanda Silva: “Fui assaltada duas vezes me menos de 15 dias” 

Pier danificado também causa transtornos aos visitantes

A Polícia Montada e alguns policiais em bicicletas costumam realizar o policiamento na área, mas os frequentadores cobram mais reforço. “Os policiais militares passam mesmo, mas não estão dando conta da vagabundagem por aqui, precisamos de reforço da Guarda Municipal”, enfatiza d. Maria Auxiliadora Bispo.

Por Aldaci de Souza


Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.