Cadê você?

CHANTAGEM EM NOME DE JESUS


O pastor e ex-prefeito de Canindé do São Francisco, José Heleno da Silva, PRB, há mais de uma década que vem mamando nas tetas do Estado e da Prefeitura de Aracaju. Agora, próximo das eleições faz chantagem política e diz que foi convidado para ser o candidato ao Senado pela oposição. Heleno faz ameaças, mas ele e seu grupo não deixam os cargos comissionados do Estado e da Prefeitura de Aracaju, onde faturam quase um milhão de reais mensalmente.

 

Esses caras tiram tudo que podem e nada dão para os sergipanos, a não ser migalhas nas eleições. Infelizmente, um povo idiota, babaca, imbecil, ganancioso e sem o mínimo de escrúpulo aceita essa turma e termina por mantê-la no poder. Com os milhares de votos que conquistam, passam a usar isto como arma nos períodos eleitorais, fazendo ameaças de não apoiar o candidato. Mas não deixam os cargos comissionados.

 

O Governo do Estado tem sucumbido as chantagens políticas desses caras. O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, PCdoB, também não se livra dos sanguessugas e com o dinheiro do povo mantém esse grupo em cargos importantes.

 

Ainda não se ouviu Heleno Silva e sua turma concederem entrevistas, dizendo que entregaram os cargos que ocupam. Vão jogar até o último instante, para tirar mais do Estado, ou seja, do pobre povo sem segurança, educação de qualidade, assistência médica, lazer, transporte de qualidade, moradia digna, infraestrutura e outros direitos, que lhes são tirados, porque o dinheiro tem que ser usado para bancar essa cambada de aproveitadores. Até quando vamos aguentar isso? Qual é a oposição que Heleno e sua turma fizeram nos últimos doze ou quinze anos? Tudo que se faz é em nome de Jesus e pelo bem do povo, mas este mesmo povo não tem qualquer coisa. Os pecados cometidos por esta turma seriam suficientes para manter acesa a chama do inferno por séculos.

 

Pagamos caros por aqueles que aceitam se vender para políticos inescrupulosos e que usam este bem precioso do povo, que é o voto, para as suas chantagens políticas, se mantendo eternamente nos cargos com salários polpudos. Seus famíliares em primeiro lugar, depois aqueles mais chegados. “Vade retro Satana”.

Fraco será o administrador que se deixar levar pelas chantagens políticas de sanguessugas, aproveitadores, parasitas e sugadores do dinheiro do povo.

 

CHANTAGEM

 

Apesar de o governador Belivaldo Chagas, PSD, ter dito em entrevista que grupos como os de Fábio Henrique, PDT, e Heleno Silva, PRB, “não teriam do que reclamar” de suas acolhidas pelo Governo do Estado, por serem bem recepcionados, o de Heleno continua acenando para a possibilidade de parcerias com a oposição nestas eleições.

 

EXIGÊNCIA

 

“Nós temos sido muito claros sobre nosso posicionamento político no Estado: o PRB, meu partido, quer uma vaga para concorrer ao Senado, e temos conversado com a oposição, sim. Não podemos enganar as pessoas. É um Estado pequeno, todos se conhecem e temos que falar com a verdade. Estamos conversando a possibilidade de Heleno Silva ser candidato a senador na chapa de Eduardo Amorim candidato a governador”, disse Heleno Silva, numa entrevista no sábado passado em Itabaiana ao jornalista e radialista Carlos Ferreira.

 

FESTA

 

“Viemos ao lançamento da Festa dos Caminhoneiros e, consequentemente, as perguntas vão surgir: é uma aproximação da oposição?”, disse Heleno. E fez a afirmativa direta: sim, é uma aproximação à oposição. Valmir de Francisquinho é dos nomes fortes do oposicionismo e estava lhe recepcionando.

 

CARA-DE-PAU

 

“Há uma conversa nesse sentido. A gente não engana as pessoas. Inclusive, o PRB conversará com o governador Belivaldo Chagas para falar isso: que o partido quer uma vaga para o Senado, e a gente vai buscar essa vaga. A oposição, na pessoa de Eduardo Amorim, que é o candidato a governador, tem conversado muito com o deputado Jony sobre essa possibilidade”, disse Heleno Silva.

 

SAGUIM

 

“A pergunta é: a oposição garantiu a vaga na chapa majoritária e a situação até agora, não?”, provocou o radialista Carlos Ferreira. Heleno espapaçou-se feito um saguim sobre uma banana. “Essa pergunta é o X da questão: a oposição nos oferece a vaga, e a gente está conversando. A executiva nacional está cobrando um posicionamento, porque a campanha propriamente dita são só 45 dias. O trabalho é a pré-campanha. Inclusive, legalmente é permitido a pré-campanha. Então, o trabalho de Heleno senador tem que começar agora em maio. Vamos decidir agora em maio, correr o Estado. Não podemos esperar mais”, disse ele.

 

SEM ÔNIBUS

 

O deputado estadual Georgeo Passos, Rede, usou o pequeno expediente da sessão plenária de quinta-feira, 3, para alertar sobre a possibilidade dos alunos da rede pública estadual da cidade de São Miguel do Aleixo ficarem sem o transporte escolar. O convênio entre a prefeitura e o Governo para este serviço não foi renovado por falta de pagamento do Estado.

 

PREJUÍZO

 

Georgeo assegurou que isso prejudicará os estudantes que não terão como se deslocar até as escolas. “Por Lei, o Governo é que tem essa obrigação, mas fez o convênio para que o município fornecesse esse serviço. Porém, por falta de repasse dos recursos no ano passado, a prefeitura pode suspender esse transporte”, afirmou.

 

CENTRO DE EXCELÊNCIA

 

O deputado Georgeo Passos destacou que em São Miguel do Aleixo está instalado um Centro de Excelência na Escola Estadual Miguel das Graças, onde os alunos estudam em dois turnos. “Mas, sem a garantia do transporte, muitos não terão como assistir as aulas”, lamentou. Georgeo lembrou que esse problema acontece em outros municípios e é pauta recorrente no plenário da Alese.

 

SEM CONSERTO

 

“Infelizmente, o Governo não se conserta – mudou o gestor mas os problemas continuam se repetindo. Estamos chegando no meio do ano e a Secretaria de Educação não cumpriu com a sua obrigação, mesmo recebendo os recursos. Esse problema vai inviabilizar o futuro desses jovens, fruto da irresponsabilidade que desgoverna esse Estado”, finalizou Georgeo.

 

BENEFÍCIOS

 

A prefeita Lara Moura participou da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção de casas nos povoados Sibalde e Várzea Verde, em Japaratuba. As novas moradias serão construídas com recursos da Caixa Econômica Federal através do Programa Nacional de Habitação Rural – PNHR.