Vale o que está escrito

BELIVALDO SEM VICE E AGORA?


O Partido dos Trabalhadores (PT) ainda não fechou questão sobre a possibilidade da vice-prefeita Eliane Aquino, viúva do ex-governador Marcelo Déda, ocupar a vaga de vice em uma composição partidária com o governador Belivaldo Chagas (PSD), indicado como pré-candidato ao Governo do Estado pelo agrupamento político liderado pelo ex-governador Jackson Barreto (PMDB). Eliane Aquino admite o divisionismo dentro do PT, vislumbra o partido ocupando a chapa majoritária com a indicação da vaga de  vice e também para uma das vagas do Senado. Ela classifica esta situação salutar para a vida partidária, entendendo que as decisões devem ser debatidas e definidas pela própria militância do partido.

2

APOIO A BELIVALDO

Alguns segmentos no PT aceitam a composição política com o governador Belivaldo Chagas, mas outras correntes resistem. E, neste contexto, Eliane Aquino acredita que o partido usará todos os prazos previstos na legislação eleitoral e somente apresentará uma decisão “ao apagar das luzes”. Ela entende que estas serão eleições atípicas para todos os segmentos em decorrência do novo cenário político do Brasil e, otimista, acredita que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será conduzido às urnas, mesmo com tantas derrotas jurídicas.

3

CLONADO

O deputado federal Valadares Filho (PSB) foi vítima de uma tentativa de golpe. O parlamentar sergipano descobriu, no início da noite da última segunda-feira, 4, que teve o seu número de telefone clonado.

 

4

AMIGOS

Valadares ficou sabendo por meio de amigos, que ligaram perguntando sobre diversos pedidos de depósitos financeiros que variavam entre R$2 e R$24 mil. “Foi na minha linha de Brasília. A operadora relatou que o clone foi feito ontem, às 18h30. A titularidade mudou, mas pediam com meu nome e minha foto. A pessoa continua utilizando. Me enviaram alguns prints com os pedidos”, reclamou.

5

BOLETIM

O parlamentar comentou que a linha não estava sendo utilizada naquele momento. “Soube que outras duas pessoas conhecidas passaram pela mesma situação”. Já na manhã desta terça-feira,5, o deputado relatou o caso à Polícia Federal (PF) e foi à Polícia Civil (PC) prestar Boletim de Ocorrência.

6

RESSARCIMENTO

Os presidiários poderão ser obrigados a ressarcir o Estado por despesas de manutenção com o cumprimento da pena. É o que prevê o Projeto de Lei do Senado (PLS) 580/15, de autoria do senador Waldemir Moka (MDB-MS). O texto foi aprovado nesta quarta-feira (6) pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, em decisão terminativa, por isso, se nenhum senador apresentar recurso para que a matéria seja votada no plenário da Casa, ela segue direto para a Câmara dos Deputados.

 

7

COM TRABALHO

De acordo com o projeto, os detentos poderão custear os gastos por meio de recursos próprios ou pelo trabalho. No caso de não possuir recursos próprios, o condenado deverá trabalhar para esse ressarcimento.

8

BANDIDAGEM

“O projeto é de importância ímpar, no momento em que o país todo recebe o Atlas da Violência, em que a bandidagem toma conta do país. Cada preso hoje gasta em média R$ 2.440 por mês, valor acima de muitos salários de professores e de muitos profissionais de outras áreas do país”, alertou o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), relator da proposta.

9

LDO DA PMA

Os vereadores já receberam da Prefeitura de Aracaju a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2019. A meta fiscal do próximo ano gira em torno de R$2,3 bilhões, similar à que foi aprovada pela Câmara para este ano.

SEGUNDO SEMESTRE

O projeto da LDO, que determina as diretrizes gerais do orçamento, é a primeira etapa antes da votação da LOA, que fixa onde e como serão aplicados os recursos financeiros na gestão e só é apreciada no segundo semestre.

PRIORIDADES

Antônio Bittencourt (PC do B), líder do prefeito, explicou as prioridades da PMA. “É diretriz de valorização do servidor, de reequipar a administração, recuperar a cidade. Estamos na fase de ‘arrumação’ estrutural da cidade. Daremos o aporte necessário para a saúde e educação, por exemplo”.